segunda-feira, 23 de Março de 2009

VISITA AO IHMT


Para complemento do nosso trabalho tivemos oportunidade de realizar uma visita ao IHMT (Instituto de Higiene e Medicina Tropical) no Departamento de Genética no dia 12 de Fevereiro de 2009.

Como balanço final podemos referir a quantidade de informação que nos foi disponibilizada (amostras de células humanas em contacto com diversos níveis de colchicina, artigos científicos relacionados e ainda um PowerPoint elaborado pela professora) bem como o conhecimento pessoal adquirido sobre o tema, complementando assim o trabalho já realizado nas aulas.

ENUMERAR AGENTES MUTAGÉNICOS

Ao longo da pesquisa fomos elaborando uma lista de agentes mutagénicos que podem ser dividivos da seguinte forma: Agentes físicos, químicos e biológicos.
De seguida apresentamos os agentes encontrados.

AGENTES FÍSICOS:
- Raios X
- Raios Gama
- Raios Cósmicos
- Raios Ultravioleta
- Radiações ionizantes (raios α, β e γ) (emitidos por: urânio, rádio, trítio, carbono 14, …)
- Raios catódicos (Radiação de feixe electrónico)

AGENTES QUÍMICOS:
- Acridinas
- Nitrosaminas
- Nitrato de Sódio
- Gás mostarda
- Fenol e compostos fenólicos
- Glutaraldeído
- Esterilizantes quimicos gasosos (óxido de etileno, β- propiolactona, formaldeído
- Colquicina
- Ácido nitroso (HNO3)
- Aflatoxina B1
- Agentes alquilantes:
Nitrosoguanidina (NG)
Etilmetilsulfonato (EMS)
Hidroxilamina (H2NOH)
- Análogos de bases: 5- Bromouracil (5BU) 2- Aminopurina (2AP)
- Agentes intercalantes: Proflavina laranja-de-acridina
- Peróxidos
- Pesticidas – dinitroanilina do ácido fenoxialcanóico, sais de dietanolamina e trietanolamina
- Agentes aquilantes:
- Mostardas nitrogenadas: Mecloretamina, Ciclofosfamida, Ifosfamida, Melfalam e Clorambucil.
- Etileniminas e metilmelaminas: Tiotepa e Hexametilmelamina.
- Alquilsulfonatos: Bussulfam
- Nitrosuréias: Carmustina (BCNU) e Estreptozocina.
- Triazenos: Dacarbazina e Temozolomida
- Complexos de Platina: Cisplatina, Carboplatina, Oxaliplatina
- Eugenol
-Arilaminas (corante industrial)
- Hidrocarbonetos policíclicos aromáticos (tipos de fumo)

AGENTES BIOLÓGICOS:
- Acção de vírus e de algumas bactérias

AGENTE MUTAGÉNICO- DEFINIÇÃO

Agente físico, químico ou biológico, que em exposição com as células induz mutações. Quando a exposição é prolongada ou a intensidade dos agentes mutagénicos é elevada, aumenta a frequência das mutações.
No entanto as células possuem a capacidade de reparar muitos dos erros do DNA causados pelos agentes mutagénicos. Quando o equilíbrio entre a mutagénese e a reparação se rompe surge a mutação.
A exposição a agentes mutagénicos é, em alguns casos natural e inevitável, como a exposição a fontes naturais de radiação solar, radioactividade de minerais, (…) mas, a intensidade com que atingem os organismos provoca baixo número de mutações. Esta exposição pode ser ainda deliberada, por exemplo com fins médicos (ex: Raio X), por hábitos (alimentares ou outros) ou com fins bélicos (ex: gás mostardas, armas nucleares).
Alguns agentes mutagénicos provocam mutações em genes envolvidos no controlo da divisão celular provocando o aparecimento de cancro (tumor ou neoplasia maligna), sendo considerados portanto como agentes carcinogénicos.

QUADRO RESUMO SOBRE MUTAÇÕES

segunda-feira, 16 de Março de 2009

MUTAÇÃO - O QUE É?

Qualquer modificação ou alteração brusca de genes ou de cromossomas, podendo provocar uma mudança no fenótipo (fenótipo - carácter observável determinado pelo genótipo, sendo o genótipo a designação da combinação de alelos). Estas modificações podem ocorrer durante o processo de duplicação do DNA com vista à divisão celular, quer se trate de mitose ou meiose.
As mutações podem afectar as células somáticas ou da linha germinativa, os gâmetas. Quando a mutação se dá nas células somáticas esta terá reflexo no conjunto de células descendentes daquela que sofreu a mutação, podendo assim restringir-se a uma pequena zona do organismo. É através das mutações nas células somáticas que se originam alguns tipos de cancro. Quando estas ocorrem a nível gamético, todas as células descendentes desse gâmeta são portadoras da mutação, passando por isso à descendência.
As mutações são importantes do ponto de vista evolutivo, apesar da maior parte ser letal e perturbar o desenvolvimento embrionário, estas dão origem à variabilidade de indivíduos de uma população, podendo criar assim uma característica favorável num dado ambiente e desfavorável noutro.